A Marca Eu, SA = Just Do It! (…And Do It Right!)

Na altura em que comecei a ouvir os profissionais do Marketing a trocar a palavra “Marca” por “Insígnia” confesso que fiquei baralhado.

Como qualquer profissional, tento actualizar-me diariamente mas descobri que estavam a mexer em algo, que percebi, que me era sagrado. “Então a marca não é tudo aquilo que fazemos e que cria uma percepção nos potenciais ou actuais clientes? Desde a comunicação até ao atendimento, todos os contactos são: “a Marca”.

Recentemente, estava a falar com um comercial em início de carreira que me solicitou que o auxiliasse no tema Marca Pessoal porque se sentia a marca da empresa no terreno e era importante projectar a imagem de acordo com a identidade da organização. Queria potenciar as suas características de forma a ser visto como “uma Marca no terreno onde actua”, ser reconhecido e por inerência a empresa para quem trabalha.

Pensei: “São estes desafios que me fazem levantar da cama. Este rapaz vai ser um grande comercial! Quando falo ouve e este pedido é tudo o que um coach deseja”.

Este comercial, que eu conheço há menos de 3 meses, já me vendeu a sua Marca. Tem características que farão dele uma Marca de sucesso e que o distinguem de outras marcas “menores”.

Primeiro, trabalha para a marca Eu, SA. Sente-se o seu único patrão, não se desculpa da falta de resultados com factores externos e assume-se como responsável por tudo o que lhe acontece e que está no seu controlo.

Vê-se como um Consultor, um “problem solver” com os seus serviços e não um “product pusher”. É um especialista e perito na sua área, para poder apresentar as melhores soluções à medida do cliente.

Já me disse o que espera para este ano e percebi que tem uma estratégia definida para si, traçando planos de acção para atingir os objectivos a que se propôs e cumprindo a regra de ouro para criar uma Marca Pessoal diferenciada: a Atitude!

O investimento permanente na melhoria, a procura de conhecimento, a humildade na aprendizagem e a capacidade de concretizar o que aprende, sendo cada dia melhor do que foi no dia anterior resulta em todas as Marcas. Pessoais e das outras.

Se repararmos, as características de construção da Marca Pessoal aplicam-se ao Branding empresarial.

Uma organização tem de se posicionar e diferenciar assumindo o controlo no processo. Não pode alterar a estratégia e o seu posicionamento atendendo a modas passageiras ou teorias de gestão novas.

Uma empresa tem de se diferenciar como “problem solver” das necessidades dos seus clientes, com os seus produtos e/ou serviços. A definição de estratégia, objectivos e planos de acção é o que a diferencia, logo o que destaca a Marca. E, tal como as pessoas, tem personalidade e valores que origina a atitude que os potenciais consumidores têm perante ela.

Esta é a minha opinião. Existem outras…

mario-marques

Mário Marques

Consultor e Formador nas áreas de Marketing, Gestão e Comercial.
Docente universitário em Licenciaturas, Pós-Graduações e EMBA em Marketing, Comunicação e Gestão, particularmente nas áreas do Turismo e do Futebol.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: